Expectativas da indústria 2021 – Tendências e novidades

Depois de um ano muito complicado para a indústria brasileira, pautado fortemente pelos impactos da pandemia de coronavírus, o empresário brasileiro aguarda boas notícias para o ano que está por vir. Mas é preciso ter cautela quanto às expectativas da indústria 2021. Há perspectiva de crescimento, mas que deve ser lento e gradual. A seguir, veja mais sobre o assunto a seguir!

Números de 2020 para a indústria brasileira

Há alguns anos o Brasil vem enfrentando problemas e limitações em relação à indústria. Mas em 2020, o que estava ruim decaiu ainda mais. Recentemente, o Banco Central revisou a estimativa do Produto Interno Bruto (PIB) de 2020 de -4,5% para -4,1% e informou que o PIB de 2021 será de 3,5% para 4%.

Além disso, o PIB caiu 9,7% no segundo trimestre de 2020 (comparado ao primeiro trimestre de 2020), e em relação a igual período de 2019, o PIB caiu 11,4%. Isto é, ambas as taxas foram as quedas mais intensas da série, iniciada em 1996.

Após a primeira onda da pandemia

Após as paralizações de março a maio, em junho, a atividade industrial avançou 8,9% em junho de 2020, sendo a maior taxa desde junho de 2018 (12,5%) e mostrando crescimento pelo segundo mês seguido. Porém, a produção industrial combateu apenas 26,6% da queda acumulada no período março-abril de 2020.

indústria 2021

Certamente, não foi um ano fácil para indústria e também para os demais setores produtivos e muito há de se fazer para que a indústria se recupere como um todo no próximo ano, mesmo que as expectativas sejam positivas por parte do governo federal e pelas empresas.

Expectativas da indústria 2021

O governo federal estima aumento do PIB entre 3,5% e 4% para o próximo ano. Mas especialistas garantem que, mesmo não sendo impossível, é demasiado otimista um crescimento de 3% para 2021.

Isso porque além de ser uma fase de recuperação, com desemprego batendo recorde e outras complexidades sociais, bem como a estimativa da inflação, que deve aumentar consideravelmente.

Desta forma, isso tudo impacta o crescimento da indústria, que se contraiu em 5,49%, deve ser melhor no próximo ano, já que em 2021, a expectativa de aumento da produção passou a 3,72%, de 4,0% antes, segundo o relatório Focus. Além disso, para 2021, a inflação é calculada em 3,22%, superando os 3,17% de antes, atingindo o quarto aumento seguido.

Por onde começar?

Assim, mesmo que para o governo as perspectivas sejam tão positivas e diante da real incerteza, os especialistas esperam que o crescimento da indústria em 2021 seja bem lento e gradativo.

Fatores que chama a atenção

A capacidade do país combater a crise da saúde, o desemprego e os demais riscos sociais, além de sua capacidade de planejamento, vai definir mais exatamente as condições do setor para o próximo ano.

Além disso, a alta do preço dos insumos, o aumento dos tributos fiscais, a desvalorização do câmbio, a capacidade de estímulos do governo para o setor e o aquecimento do varejo também são outros fatores que devem, chamar a atenção dos empresários ainda em 2020 com foco em todo o ano de 2021.

Inovação

Uma saída está em tornar a empresa mais ágil e inovadora, pautada da transformação digital e automação dos processos. Isso reduz consideravelmente os custos e torna a empresa mais competitiva no mercado. A internacionalização é outra opção para empresas do segmento industrial de todos os tamanhos.

Veja também:Trabalhos manuais – Importância na economia e desenvolvimento pessoal

Então, o que achou das dicas sobre as expectativas da indústria 2021? Inclusive, deixe o seu comentário a seguir e compartilhe estas informações em suas redes sociais. Siga a Norma no Instagram!  Veja os nossos tutoriais no Youtube!

Deixe uma resposta

Fechar Menu